26 de nov de 2007

Alamos Malbec - Drops 2

Segundo Drops de hoje:

Alamos, vinhaço! Compre, prove, aprecie, vale a pena. (olha ele aqui: http://www.mistral.com.br/product.aspx?idDept=0&idProduct=15755)

Tomei ontem à noite em um jantar de família. Não deu pra degustar com calma, mas de cara o vinho surpreendeu.

Muito corpo, taninos firmes, bouquet aberto e fresco.

Vou comprar e provar com calma, certamente.

Trivento Shiraz/Malbec - Drops 1

Dois drops hoje! Primeiro:

Esse Trivento, que custa barato (R$13,90) e encontra-se facilmente em qualquer supermercado, acabou por decepcionar um pouco...

Muito açucar, pouca acidez, aroma sem graça de compota de fruta. Enfim, não valeu a pena.

Agora, por esse preço, costumo encontrar o Concha y Toro Travessia (talvez uns dois ou três reais mais caro), que acho bem melhor.

15 de nov de 2007

Miolo Terranova Shiraz 2006

Faz tempo que não posto nada... Estive viajando um pouco, bebendo mais cerveja do que vinho...


Mas enfim, vamos falar do Terranova da Miolo. Não o reserve, que eu não acho para comprar, mas o normalzinho mesmo.

Este Shiraz é produzido nos vinhedos do Vale do São Francisco da Miolo, ou seja, mais um deste vinhos "modernos" que andam fazendo por lá. Eu provei e comentei o Rio Sol do vale do São Francisco. Não achei mal, não.

Aliás, achei melhor que esse...

No copo é um vinho muito bonito, de um tinto muito vivo, cor grená, com reflexos púrpura e não muitas lágrimas. Seu teor alcólico é 12,5%, não muito alto.

É um vinho com um bouquet muito agradável e vivo. Já havia aberto a garrafa no dia anterior, então o vinho estava bem aberto. Aromas típicos de shiraz, profundos, com toque picante de pimenta do reino e frutas escuras como amora ou groselha preta. A madeira também vem bem presente no olfato. Muito gostoso.

Na boca é que ele ficou devendo. Primeiro ataque suave, adocidado, revelou-se um vinho de pouco corpo. Logo depois vem uma acidez, na minha opinião, exagerada e taninos muito brutos. O picante do aroma aparece claramente na boca e na retro-olfação, o que até agrega algo mais ao vinho.

No geral, falta corpo, falta açucar e falta arredondar os taninos, que estavam muito "asperos". O vinho fica muito em cima da acidez e do picante, mas não muito equilibrados.

Paguei R$18,90, mas não vale.

O que mais gostei - do bouquet, certamente. Shiraz é muito boa de aromas, dá pra viajar. Aliás, assim como o Rio Sol, é um vinho muito melhor de nariz do que de boca. Acho que ainda precisam fazer mais lição de casa no Vale do São Francisco.