1 de mai de 2009

Jacob's Creek Shiraz Cabernet 2007

Ganhei esse vinho do amigo Ale Martins, um excelente presente! Eu sempre via esse vinho nos Free Shops de São Paulo, mas nunca pensei em comprar. Sei lá por que... De todo modo, adorei a oportunidade de prová-lo, até por que esse é o primeiro australiano do meu blog.


Trata-se de um corte de 71% Shiraz com 29% Cabernet, proveniente do Barossa Valley no Sul da Australia. Jacob's Creek é a marca principal da vinícola Orlando Wines, que pertence à Pernod Ricard.

No copo, é um vinho tinto límpido de intensidade média e cor grená muito bonita. Tem pernas transparentes, lentas e longas. Reflexos rosados.

No primeiro contato, depois de ficar alguns instantes no copo e antes de ser agitado, o aroma do álcool apareceu um pouco demais, mas fois só aí. Logo surgiu um aroma picante, de pimenta preta, fruta escura madura, toque vegetal de grama e pimentão, menta, caramelo e madeira. Um bouquet muito interessante, aberto e de aromas claros e definidos. Supreendeu.

Na boca, acidez boa e bem equilibrada, com taninos presentes porém muito suáves e agradáveis. Toques picantes na ponta da língua, lembrando o bouquet, é um vinho que integra bem a acidez e sabor adocicado da Shiraz com o corpo e taninos da Cabernet. Álcool bem equilibrado, final médio e aromático.

O mesmo frescor que aparece no copo, lembrando menta, volta claramente na boca e, misturado com a madeira, me deixou com a lembrança de eucalipto. Não sei se estava influenciado pelo fato do vinho ser Australiano, mas sei que não consegui mais deixar de pensar em Eucalipto... Muito interessante e gradável.

Gostei muito do vinho, acompanhou muito bem uma sopa que fizemos para o jantar, por ser bem equilibrado, com boa acidez e corpo correto. Destaque positivo para a expressão da Shiraz nesse corte, pois muitas vezes eu acho que essa uva (principalmente na América do Sul) tem uma acidez desagradável, com gosto de abacaxi ou maracujá. Aqui não, é um vinho bem elegante.

Quem tiver a chance, vale a pena provar!

O que mais gostei - do equilíbrio, do bouquet aberto e aromático, várias coisas...

7 comentários:

  1. Oi Gabriel! Descobri seu blog, que interessante, eu sou uma que não entende nada de vinhos e gostaria de entender. Esse vinho eu comprei no free shop, levei para tomar outro dia na casa de amigos, gostei também.

    ResponderExcluir
  2. Oi Fernanda!
    Pois é, tenho mantido esse blog já há algum tempo. Ultimamente dei uma relaxada, mas eu curto muito, virou meu hobby.
    Agora estou começando a Twittar com Vin Quotidien, vamos ver no que dá...
    Espero que vc volte ;)
    bjs!

    ResponderExcluir
  3. Po, legal que vc curtiu Gabriel... vou aproveitar pra saber mais de vinho por aqui e deixar de avaliar a bebido pelo etiqueta!!!
    abs!!!

    ResponderExcluir
  4. Tomei este vinho hoje. É realmente muito bom!
    Acho que preciso me aventurar mais nos vinhos australianos.
    Abs,

    Cláudia

    www.peqprazeres.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ops! Uma pequena correção: tomei o 2004.

    ResponderExcluir
  6. Olá Claudia, obrigado pelo seu comentário. E parabéns pelo seu blog, está muito bacana!
    Abraço,
    Gabriel

    ResponderExcluir
  7. Vinho com sopa?


    Esse vinho aí já é um clássico dos free shops

    ResponderExcluir